Linguagem




Definida em associação com aspectos linguísticos (aspectos fonológicos e sintáticos| organizado segundo regras; aspectos semânticos e pragmáticos| conteúdo lexical e dos discursos), cognitivos (transformação de estímulos do ambiente em conhecimento e organização, recuperação e transformação) e sociais (a pragmática| indicações sobre práticas sociais da linguagem).

Lesões frontais e temporais: déficit em nomeação de categorias específicas.
Lesões subcorticais: déficit de ativação.
Lesões no hemisfério não dominante: alterações de aspectos cognitivos, linguísticos-pragmáticos, atencionais-perceptuais.  

Transtornos na Linguagem Oral

- Afasias (alterações na fluência, na compreensão e na repetição).
- Distúrbio de fonação (Disfonia)
- Distúrbio de articulação da palavra (Disartria e Dislalia)
-  Distúrbio de Ritmo - gagueira
- Retardo no desenvolvimento da fala
- Disfasia  (transtorno específico de linguagem oral)

Transtornos na Linguagem Escrita

- Dislexia (disfonética, diseidética, mista), (fonológica, superficial, profunda), (auditiva e visual) – dificuldade na habilidade de escrever e soletrar. Perturbação na orientação, tempo, linguagem, escrita, soletração, memória, percepção visual e auditiva, habilidades motoras e sensoriais.  Comprometimento acentuado no reconhecimento de palavras e compreensão da leitura.
- Disgrafia

Transtornos na motricidade da Linguagem

- Dispraxia/ Apraxia -  perturbação da relação entre movimento e sensopercepção.

 Fonte: Mattos, Paulo; Abreu, Neander. Avaliação Neuropsicológica.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dificuldades encontradas pelo professor em sua prática docente

Fundamentos da Psicologia Analítica: Primeira Conferência