Atenção



Os níveis atencionais variam ao longo do dia e dos dias. A atenção é primordial em nosso cotidiano: nossas atividades mentais ocorrem imersas na recepção de estímulos, que devem ser selecionados de acordo com nossos objetivos, interesses e necessidades.

Transtornos que cursam com comprometimento da atenção: TDAH, TCE, AVC, ACE, esquizofrenia, dislexia, transtornos invasivos do desenvolvimento.

Aspectos avaliáveis:

- alertness = nível de alerta e de ativação.
- seletividade = necessidade de não processar tudo que é percebido. Atenção Seletiva.
- alternância = alternar estímulos sucessivamente. Atenção Alternada.
- divisão = focar em dois estímulos distintos simultaneamente. Atenção Dividida.
- sustentação = capacidade de manter o foco atencional por tempo prolongado. Atenção Concentrada.

Neurofisiologia da Atenção

Circuitos atencionais: rede de atenção visual, rede executiva (reconhecimento de um objeto e que ele atende a um objetivo pré-determinado), rede de vigilância (manutenção do estado de alerta).

Transtornos que cursam com lentificação de processamento: lesões no SNC, TCE, demência subcortical.
Transtornos que cursam com déficit de atenção sustentada: TDAH


Fonte: Mattos, Paulo; Abreu, Neander. Avaliação Neuropsicológica.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fundamentos da Psicologia Analítica: Primeira Conferência

Dificuldades encontradas pelo professor em sua prática docente